Motos mais roubadas em 2018

Motos mais roubadas em 2018

10 de julho de 2019 1 Por Ilma Ferreira

Infelizmente no Brasil esse é um medo constante entre os motociclistas, ter sua moto levada por ladrões. Um dos veículos mais visados pelos assaltantes, as motos podem ser levadas em questão de segundos.

Em 2018 as CGs foram as campeãs de roubos ou furtos, ocupando primeiro e segundo lugar no ranking de motos mais roubadas.

Por se tratarem de motos baratas, elas são mais visadas, pois são mais fáceis de vender.

Pensando nisso, fizemos uma lista das motos mais roubadas em 2018

Motos mais roubadas em 2018:

Honda CG 125 Titan
Honda CG 150 Titan
Honda CB 250 Twister
Honda Biz 100
Yamaha YBR125
Honda Biz 125
Honda NXR 150 Bros
Yamaha Fazer 250
Honda XRE 300
10º Honda Falcon

Só no estado de São Paulo, são registrados em média 19 ocorrências por hora!

Infelizmente todos sabem que não existe uma receita mágica para proteger sua moto, mais aqui vão alguns conselhos para evitar ou pelo menos dificultar o roubo de sua moto.

Investir em acessórios de segurança podem inibir a ação de assaltantes.

Trava:

De guidão, disco, manete. Por mais que parece algo simples, uma trava vai atrapalhar bastante, principalmente no tempo que vai levar para quebrar o mecanismo.

Verifique em nossa loja opções de travas:
Trava de disco Com Alarme
Trava Cabo articulado
Trava de Disco comum

Rastreador veicular:

Uma boa opção custo x benefício é o rastreador veicular. Com ele você consegue monitorar sua moto em tempo real, e possui mensalidades acessíveis. Caso ocorra alguma emergência, sua moto poderá ser bloqueada e localizada.

Onde deixar sua moto:

Muitas vezes a única opção é estacionar a moto na rua, principalmente para quem faz uso desse veículo no dia a dia. Nestes casos, recomendamos que evite ruas desertas, principalmente a noite. Se possível, deixe-á sempre a vista, em lugares que você possa dar uma olhadinha.

Claro que essas dicas não são garantia de 100% de segurança, mas esperamos que essas atitudes dificultem e até frustrem as tentativas contra nossas motos.

Veja também: Fique por dentro das regras para uso de capacetes